A trilha sonora de Donnie Darko

O filme se passa nos anos 80 e conta história de Donnie Darko, um guri que começa a ter visões com um coelho que revela que o apocalipse está próximo. Parece estranho, e é mesmo! O filme é maravilhoso, um pouco confuso para algumas pessoas e o legal é que tem várias teorias que te fazem pensar sobre o universo e tudo mais. Antes de ler o post, recomendo que assista o filme Donnie Darko (tem no netflix). Depois assista o vídeo do canal Pipocando sobre o filme, onde ele explica a teoria original e a sua própria teoria. Essa postagem é reservada para meus pensamentos sobre o filme e também mostrar a trilha sonora, que tem tudo a ver com a teoria do Rolandinho. Fique à vontade para deixar sua opinião nos comentários.

Assista ao Vídeo do Canal Pipocando sobre Donnie Darko ↓

Primeiro gostaria de dizer que a teoria do Roladinho faz todo o sentido. Após assistir filmes desse estilo eu fico imaginando, será que é impossível de isso ter acontecido? Será que já não aconteceu um loop uma vez, ou pior, estamos vivendo em um loop? Alguns dias atrás estava conversando com meu amigo sobre isso, será que por exemplo Hitler não estava em um loop? Será que ele ter atacado a Russia em pleno inverno não teria sido de propósito? Afinal no filme, Donnie parece saber que vai morrer e que isso é necessário para que o universo continue existindo normalmente. Será que Hitler sei lá, não estava vivendo em um loop e aos poucos ele foi tendo consciência do que tinha feito e tentado mudar isso? (LEMBRANDO QUE SÃO APENAS PENSAMENTOS)

Eu comprei o livro que ele menciona no vídeo, da melhor editora do brasil, vulgo Darkside. É bem legal, mas se não tivesse na promoção eu não compraria AHEUIHAEUIHAE. Mas por que Vitória? O livro é dividido em 3 partes, uma do criador respondendo as perguntas e falando sobre o filme. A segunda é literalmente o roteiro. A terceira é sobre o livro que é mencionado no filme “Filosofia da Viagem no Tempo” e explicando a teoria original do filme. O roteiro é uma parte que não precisava necessariamente estar no livro, porque você já olhou o filme. Fora isso o livro é bem interessante, e se você gosta bastante do filme indico comprar.

No vídeo do Pipocando ele menciona a trilha sonora de Donnie Darko, diz como ela se encaixa direitinho na teoria dele. Eu já conhecia todas as músicas que tocaram no filme, mas nunca tinha prestado atenção na letra. Pesquisei e fiquei de boca aberta! AS MÚSICAS FAZEM TODO OS SENTIDO. Eu separei as que mais me chamaram atenção.

TRILHA SONORA DE DONNIE DARKO

1- Never Tear Us Apart – INXS
LETRA: https://www.letras.mus.br/inxs/67037/traducao.html
Parece que ele fala sobre a Gretchen e em como eles poderiam viver para sempre. Mas como fala na segunda parte: “Nós poderíamos viver por um milhão de anos, mas se eu te machucar faria vinho de suas lágrimas”. Sabemos que ela morre e imagina, eles poderiam viver um milhão de anos, mas ela também sofreria milhões de vezes. Na última parte fala sobre todos terem asas, mas uns não sabem o porquê. Eu acho liga muito bem com o fato dele se lembrar vagamente de alguns loops e não se lembrar como, ele só sabia que tinha que fazer, assim como explica a teoria.

2- Head Over Heels – Tears For Fears
LETRA: https://www.letras.mus.br/tears-for-fears/39678/traducao.html
Essa música tem altas referências. Uma parte ela fala “Eu fiz uma fogueira e a assisti queimar. Sim! Pensei sobre seu futuro, com um pé no passado agora”. Lembra a parte que ele colocou fogo na casa do cara? E a parte em que a música diz pensei sobre seu futuro com um pé no passado, ele está fazendo todas essas coisas pensando no futuro.

 

 

3- Mad World – Tears For Fears
LETRA: https://www.letras.mus.br/tears-for-fears/39671/
“Tudo ao meu redor são rostos familiares
Lugares desgastados, faces desgastadas
Bem cedo para suas corridas diárias
Indo a lugar nenhum, indo a lugar nenhum
E suas lágrimas estão enchendo seus óculos
Sem expressão, sem expressão
Escondo minha cabeça, eu quero afogar minha tristeza
Sem amanhã, sem amanhã
E acho isso meio engraçado
Eu acho isso meio triste
Os sonhos nos quais estou morrendo
São os melhores que já tive
Eu acho difícil de te contar
Pois acho difícil de aceitar
Quando pessoas correm em círculos
É muito, muito
Louco mundo, louco mundo
Louco mundo, louco mundo”

Essa faz todo o sentido com a teoria do Rolandinho sobre o loop. Na primeira parte fala sobre como as pessoas estão cansadas de sempre fazerem as mesmas coisas. Além do fato de rostos familiares, mostrando que ele começou a se lembrar os loops passados. Outra parte é a do sonho, onde ele se imagina morto para que o mundo continue. Ele acha triste por não poder fazer mais parte desse mundo, mas fica feliz pois os outros poderão seguir em frente.

Essas foram as músicas que mais me chamaram a atenção no Donnie Darko. Espero que tenham gostado da postagem, deixe aqui embaixo a sua teoria sobre o filme! <3

Não esqueça de curtir a Fanpage do blog e me seguir nas redes sociais!

Fanpage: /viletoria | Meu perfil /viihlokka | Instagram: @viihlokka | Twitter: @viihlokka

~se você já viu está postagem antes, você não está ficando louco. Ela é uma postagem do blog antigo e reformulei para postar no novo~

Comentários

comentários

17 anos, canceriana e gaúcha. Fundadora do blog Viletória e a louca que adora matemática, Netflix e jogos. Apaixonada por fotografia, cinema e música.

2 Comments

  • Selma Barbosa

    25 de fevereiro de 2017 at 21:51

    Donnie Darko já estava na minha lista da Netflix desde que eu assinei, provavelmente. Mas quase toda a minha lista fica sempre parada por pura preguiça. Aí, hoje eu resolvi assistir algumas coisas – já que vou passar o feriado em casa por pura preguiça também kkk – e quando passei por Donnie Darko na minha lista dei o play porque lembrei que tinha visto esse seu post ontem na minha lista de leitura. E não me arrependi, viu? Amei o filme desde a primeira música dos segundos iniciais do longa. Só que não entendi muito no começo… Li algumas críticas, resenhas e explicações e foi aí que consegui me encontrar. Na minha pesquisa até encontrei esse vídeo do Pipocando explicando tudo, só que como é quase uma hora de vídeo acabei deixando pra ver outro dia. E não sabia que a Darkside tinha lançado um livro sobre o filme! :O Vou procurar pra comprar!

    Ah! E Mad World vai entrar pra uma das minhas playlists do Spotify.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    Responder
  • Nana Araujo

    4 de março de 2017 at 00:30

    Acredita que ainda não vi esse filme? É só fiquei sabendo a muito pouco tempo? Não sei em que bolha eu estava quando teve a estreia desse filme!
    Eu adoro coisas no estilo de conspiração e tals, acho super divertido. Não acredito em nenhuma kkkk
    Isso de loop, já saber o que vai viver e tals. Me lembra muito Matrix, antes mesmo do filme ficava pensando: essas pessoas vivem mesmo comigo???? Bem Loko kkkkk
    Adorei essa análise do filme com as músicas e os loops. Pena que não assisti o filme ainda, então tô meio que boiando.
    E não tenho Netflix!!!!!

    Beijos

    Responder

Deixe uma resposta