Teorias e Bizarrices envolvendo o caso do Menino Bruno do Acre

Bruno Borges, 24 anos e estudante de psicologia desapareceu no dia 27 de março em Rio Branco no Acre. Depois do desaparecimento, os familiares entraram no quarto e se depararam com muitas coisas estranhas. Como uma estátua do filósofo Giordano Bruno no meio do ambiente, embaixo dela um símbolo bem bizarro. Você acha que parou por aí? Não mesmo, as paredes estavam preenchidas com mensagens e símbolos, além de ter 14 livros codificados pelo próprio menino. Pega uma pipoca, um suquinho de laranja e se prepare, porque o tanto de coisa estranha que você vai ler hoje é espetacular.

A estátua avaliada em 20 mil teve um “descontinho”, já que o escultor acreditava nas ideias do guri, ficando então por 7 mil. Mas Vitória, como o Bruno arrumou todo o quarto, os pais não viram a entrega de uma estátua? Os pais dele estavam viajando durante 20 dias e ele teve esse tempo para arrumar tudo. Os vizinhos não acharam estranho estátua ser entregue na casa dele? A explicação é que ele mora em um bairro nobre, onde é normal ter esculturas nas casas.