Batpapo

Algumas coisinhas sobre a antiga blogosfera

Escrito por em 25 de maio de 2018

Olá mundo! Estou de volta e já estou cansada de escrever isso. Eu juro que tentei voltar para a blogosfera antes, mas vocês sabem que não é fácil quando tem um bloqueio criativo impedindo vocês de escrever, gravar, desenhar ou fazer qualquer coisa do gênero. Bom, fiz o último post falando exatamente o que não queria fazer, e adivinha? Acabei fazendo, mas é a vida né. Para atualizar vocês, tirei uma nota mediana no Enem e acabei não conseguindo bolsa pra Jornalismo e nem passei na documentação para Fotografia. Então vamos lá, de novo. Tirei as noites livres para descansar a cabeça para poder voltar aqui.  

Poxa vida, já é final de maio, vocês acreditam? Aqui está passando voando, quando vê já estamos reclamando da uva passa no arroz. Aconteceram tantas coisas nesses 5 meses, mas isso fica para outro post. Para comemorar a minha volta, eu não achei outra forma senão falar um pouco da blogosfera e como eu comecei nesse mundo. E acreditem, isso aqui era tudo mato estrelas caindo do mouse, glitter, arco-íris e muitas amizades. 

Comunidade no Orkut da plataforma Blogger e ao lado MEU buddypoke

Tudo começou em uma comunidade no Orkut, onde falavam sobre a plataforma Blogger. Foi lá que dei início a minha jornada, comecei a escrever em blogs por meados de 2008, tinha 8 anos. Ao longo dos anos tive muitos blogs, sobre tudo, sério. Primeiro eu comecei a escrever sobre Neopets, alguém jogava? EU ADORAVA. Depois fiz um blog de BUDDYPOKE, sim eu tive um blog sobre eles, e nem sei sobre o que falava. Inclusive esse da imagem é meu, achei no meu computador antigo. Criei um blog de utilitários para montagens do Orkut.

Mais tarde criei o primeiro blog mais pessoal, o Viih’s Place, que era uma inspiração óbvia de outro blog famoso, mas não foi só eu, muitas pessoas fizeram isso hueheuheuhe. Depois disso vieram os meus outros 200 blogs que duravam poucos meses: Luxury Design, Querido Mundo das Garotas, Victory Official, Tory, Space Tutorials, Fashion Design, Game Over, Nerd Mania, Nerd Zone, Sem Criatividade e agora o Viletória.

Primeiro template do blog Madly Luv e outro template do blog da Mariana Peixoto

A Evolução dos Templates

No começo os blogs eram totalmente trabalhados no PSD, poucas coisas eram feitas no HTML e CSS igual hoje. Poucas pessoas sabiam fazer templates, a maioria utilizava os do próprio Blogger sem nenhuma personalização ou baixava modelos prontos. Tinha inúmeros blogs de templates, que disponibilizavam para você comprar ou usar gratuitamente. Você só instalava e tinha um blog maravilhoso para escrever como um diário, no começo era assim mas vamos falar disso daqui a pouco.

Depois surgiram os templates personalizáveis que você editava no Photoshop e depois aplicava no blog, era modelos prontos você só mudava a cor e o cabeçalho, como era novidade eu achava o máximo! Foi deles que surgiram os primeiros tutoriais para personalizar o blog. Além disso, os layouts eram bem poluídos, com glitter, elementos gráficos e muitas cores. Nesse site você pode ver uma demonstração de estrelas caindo do mouse, muito utilizado na época HAUHAHUAHUHA.

blog ainda está ativo: http://blog-sweet-cherry.blogspot.com.br/

Mais tarde surgiram milhares de blogs de tutoriais e materiais para edição, e depois disso foi só evolução. Nós blogueiros aprendemos a mexer, pelo menos o básico, para personalizar um template. Tinha vários tutoriais básicos de html e css, e com isso muitos se interessam em Programação, e conheço gente que hoje trabalha com isso. Hoje a grande maioria faz o próprio layout, como o meu caso, ou contrata um web designer.

 

Sobre o estilo de blogar e as pessoas

Agora vem a parte complicada. Antes as pessoas eram mais verdadeiras, mas por que eu falo isso? Estamos em uma época onde ser Blogueira se tornou profissão, e eu acho isso ótimo, o problema são as pessoas mesmo. É ótimo ganhar dinheiro escrevendo, expondo opiniões, ensinando algo. O que acontece hoje é que são poucas as blogueiras, sejam grandes ou pequenas, famosas ou não, que escrevem suas opiniões verdadeiras. Como todos sabem, as empresas pagam para fazermos um post, video, stories no insta e tudo mais, falando do produto e fazendo resenha. Só que não é mais verdadeiro, não estou generalizando, mas muitas só fazem isso pra ganhar dinheiro. As vezes o produto é uma porcaria e a fulana ta lá divulgando o produto “milagroso” em troca. E isso é só um exemplo, existem outras formas de ganhar dinheiro e fama sendo falso na internet. Hoje tudo virou por causa do dinheiro sabe? Não tem mais aquele sentimento de compartilhar opiniões, pensamentos e ensinamentos para o mundo. As pessoas cresceram e se tornaram vazias.

Quando comecei a escrever, os blogs eram mais diários. Falávamos sobre a escola, o que sentíamos, nossas experiências pessoais. Postávamos dicas, sobre música, era mais pessoal e verdadeiro. Cada blog tinha a essência da blogueira. Antes de fazer o post eu perguntei no grupo que participo de blogueiras, sobre isso e tive vários comentários maravilhosos, como esse da Juliana:

Juliana Alves “Aquela época era muito mais verdadeira em relação ao que vemos hoje, a noção de ser blogueira era bem diferente, um ambiente em que se fazia mais amizades e havia muito mais companheirismo, coisas que não se vêem mais com tanta frequência nesse meio, infelizmente. Hoje em o termo “ser blogueira” se tornou até uma coisa negativa, uma profissão ligada à superficialidade, à futilidade, as pessoas pensam hoje que ser blogueira é só receber produtos, fazer parcerias, ser maravilhosa no Instagram, viajar o mundo e tudo isso fazendo um vlog ou storie sobre. É triste. Às vezes sentimos que a blogosfera perdeu muito do seu encanto inicial, mas ainda tem alguns que conseguem honrar o título de ser blogueiro (a)”.

Só pra vocês terem noção do que eu estou falando, tenho amigos no meu Facebook e que ainda converso de tempos em tempos. Beijos pro Gustavo e pra Amanda, saudades de vocês :3 

Como sou uma ótima stalker, achei alguns blogs antigos e prints da época. Obrigada também ao pessoal do United Blogs que me ajudou com alguns materiais para o post.

A Lívia Neves compartilhou um link maravilhoso, o blog antigo dela ainda está no ar, porque ela não lembra o login para excluir. O nome do blog era Livinha’s Place e assim como um dos meus blogs, foi inspirado no famoso Evelyn’s Place. Clique aqui para ver o antigo blog dela.

O Yuri Schuab mandou um print do famoso blog Cherry Bomb, quando ele foi desativo. Obrigada por refrescar minha memória hahahaha. Para quem não conhece ou não lembra, era um blog de tutoriais e utilitários e foi lá que eu aprendi a maioria das coisas que sei hoje. Hoje a Adália mudou o nome do blog e posta algumas coisas, você consegue acessar todo o conteúdo do antigo blog lá.

A Ana Flávia Cador, dona do Madly Luv que completou 11 anos! Todo o conteúdo antigo tem disponível lá. Ela também ajudou a lembrar de como usávamos dolls, artistas recortados e muitos frufrus para fazer os templates.

 

Mais alguns templates:

blog ainda está ativo: http://lacosembaracadoss.blogspot.com.br/

 

Essa foi a minha contribuição para uma pequena nostalgia sobre a antiga blogosfera, e se você não conhecia, sinto muito HAHAHAHA. É isso ai gente, to de volta, segue lá nas redes sociais pra saber quando tem post novo.

Fanpage: /viletoria | Meu perfil /viihlokka | Instagram: @viihlokka | Twitter: @viihlokka

Comentários

comentários

TAGS
POSTS RELACIONADOS
12 Comentários
  1. Responder

    Karolini Barbara

    26 de maio de 2018

    Se eu conhecia, sou a blogueira do ano de 2010. Nessa época o facebook ainda não havia desbancado o Orkut, MSN reinava e o Blogspot começava a entrar no auge. Meu primeiro blog foi intitulado Mundo Obscuro e eu fazia tudo no blog. Colocava gifs no cursor do mouse, deixava ele temático (às vezes como halloween), era sempre em tom de preto com alguma outra cor, preto e vermelho, ou preto e azul, ou preto e roxo. Não divulgava muito e possuía um acesso muito grande. Em questão de dois anos ou menos eu tinha cerca de 600 seguidores. Foi uma época muito boa, foi dali que tomei gosto pela escrita e criação de conteúdo.
    Mas, a gente cresce e a cabeça muda, acabei desativando o mesmo e daí criei um personagem (BHLauren), que acabei criando um blog no tumblr que hoje é que começou a fazer algum “sucesso”, aliás começou a crescer, e talz. Porque daí comecei a investir.
    Depois criei o Women Rocker (que acabei desativando por não ter mais a ver comigo) e agora estou com o Jornal Informal, que não é um blog, mas sim um site voltado para jornalismo e etc. E até tem colunistas agora “trabalhando” nele.
    E cara, foi TOP demais, e vou fazê-lo crescer para trabalhar nessa área de jornalismo em geral. 🙂
    Eu detesto as interações. Mas às vezes me rendo a uma ou outra no meio de redes sociais, mas de ler conteúdos eu não aguento mais as pessoas vendendo coisas. Um blog antigo que ainda circula é o Moda de Subculturas. E eu gosto muito dessas meninas que o escrevem.

    https://j-informal.blogspot.com.br/

    • Responder

      Vitória Teixeira

      26 de maio de 2018

      Concordo com tudo. Nós estamos evoluindo com os nossos blogs, vamos criando novos com a nossa cara. É muito chato tu ir em um grupo no Face, entrar nos posts e ver que é somente venda ou informações superficiais. É difícil encontrar um blog com informação boa, com profundidade da blogueira. Não precisa ser um trabalho de TCC cada post, mas as pessoas estão escrevendo qualquer coisa só pra ganhar dinheiro.

      Eu amei a ideia do Jornal Informal, boa sorte nessa jornada <3 (ba dum tss)
      Vou dar uma olhada no Moda de Subculturas 😀

  2. Responder

    Ane Carol

    27 de maio de 2018

    Gente que saudade que deu dessa época. Lembre dos blogs que você citou e era fã da maioria. O blog da Evelyn era aquele que eu esperava ansiosamente pelos novos layouts e acessórios que ela postava acho que o primeiro ano meu blog todos meus templantes foram de lá. Depois das dicas de blogs como Go Imagine e Cherry Bomb e comecei a fazer os meus próprios.

    Acho que uma das coisas que eu sinto mais falta dessa época e a amizade e a originalidade do pessoal.

    • Responder

      Vitória Teixeira

      27 de maio de 2018

      Sim, eu também aprendi muitas coisas no Go Imagine e no Cherry Bomb <3
      É uma pena que hoje seja mais difícil fazer amizades.

  3. Responder

    anne

    29 de maio de 2018

    mana, q massaaaaa. Amei esse post. Tá maravilhoso!

    • Responder

      Vitória Teixeira

      4 de junho de 2018

      Aawn que bom que gostou! Obrigada <3

  4. Responder

    Nerd Profeta (@NerdProfeta)

    5 de junho de 2018

    Olha que história! Em épocas de Orkut que foi minha adolescência eu nem imaginei em escrever para blogs, tinha uma cabecinha bem dura rsrs! Hoje, já com mais dos 3.0, tenho outra cabeça e amo escrever o que vivo e sinto!
    E agora você vai longe pode ter certeza! Tenho todo meu apoio!

    • Responder

      Vitória Teixeira

      5 de junho de 2018

      Que loucura né? Eu nova já gostava de escrever kkkkk
      Obrigada e igualmente hahahaha 😀

  5. Responder

    Amanda

    13 de junho de 2018

    Viih, que surpresa! Teu post me trouxe muitas nostalgias daquela época, lembro de quase todos esses teus blogs kkkkk lembro que segui o mesmo caminho também. Nós até já tentamos criar um blog em dupla, se lembra? Era tanta criatividade e vontade de criar kkkkkk. O que falar do orkut? Sem ele acho que nem estaria aqui hoje, estudando informática e interessada em web design. Super concordo com o que você escreveu, naquela época era tudo mais natural e verdadeiro comparado a hoje. Até porque com o avanço da tecnologia, muitas pessoas utilizam cada vez mais dela para trabalhos. Se lembra do trechy teen? Era o queridinho da maioria das blogueiras e eu simplesmente amava também os trabalhos da Candy. Fiquei super feliz de ler tua postagem, depois de tantos anos ainda estamos presente nesse lugarzinho <3
    Mulher, sobre o enem… Misericórdia, não faço ideia do que quero. Penso em seguir alguma área da informática, porém também gosto das humanas. Enfim, não sei o que será de mim hahahaha. Ah, e to super curiosa sobre o que andou acontecendo contigo esses meses.

    Teu blog tá incriveeel, super profissional ahahahahaha Estou com uns projetos ai pra aperfeiçoar o meu. Fiquei tão apegada ao design simples e nostálgico da antiga blogosfera que aplico até hoje no Imaginantes kkkkk Mas estou com novidades para ele!
    Até maiss!! Qualquer coisa vamos bater um papo no insta XD

    • Responder

      Vitória Teixeira

      13 de junho de 2018

      Aaaa guria como é bom te ver por aqui <3
      Claro que eu lembro, a gente só fez a postagem de apresentação e nunca mais HHAUHAUHAUHAUHA
      O nome não era Rockstar? Ou alguma coisa com star, eu tinha um print no meu PC antigo mas não achei...

      Ai que saudade, a gente era tão próximas! Agora só papo no direct HUAHAUHAUHAUH <3
      No Enem eu também, vou fazer jornalismo mas sei lá, não sinto total firmeza. Boa sorte na tua escolha, e não tem problema se escolher errado, somos novas huahauhauha

      Tu ainda escreve? QUAL TEU BLOG MULHER, e não tem problema lembrar os blogs antigos. Eu acho que o blog tem que ser como a gente quer e como a gente se sente confortável, afinal é o nosso canto. <3

  6. Responder

    Thiago coss

    19 de agosto de 2018

    AAhhh, que nostálgico quem não lembra do viihs place, mayna baby, drikoti e vários (quem viveu naquela época)? Acho que todo mundo que tinha fake de buddy poker também tinha blogs. Orkut foi realmente marcante, uma coisa que o facebook nunca será. AAhh eu ainda jogo Neopets, de vez em quando, pra não deixar meus pets morrer de fome, mas o jogo foi abandonado.

    http://thicoss.blogspot.com/

  7. Responder

    Viectoria

    8 de novembro de 2018

    Ah que coisa boa! Quantas memórias incríveis!!!

    O tão amado Orkut com seu BuddyPoke!!! Que fofura!! <3

    Amei, beijos!

Deixe um comentário! <3

Vitória Müller Teixeira
Campo Bom, RS

18 anos, estudante de jornalismo e a louca que da risada de tudo. Sou apaixonada por filmes, séries e jogos. Amo fotografia, suco de laranja e maquiagens artísticas. Consigo mexer a orelha e adoro matemática. Aqui no blog você vai encontrar bastante coisas relacionadas com a minha personalidade, o que é bom, porque gosto de tudo um pouco. :D

Redes Sociais
Seguidores
Curta a nossa fanpage
Parceiros 💕
Nerd Profeta
Lidos recentemente

Eu participo
%d blogueiros gostam disto: